O Campus de Alta Floresta da Universidade do Estado de Mato Grosso está em luto por um parceiro

Hoje a Amazônia acordou um pouco menos verde. Após tantas alegrias e tantas batalhas vencidas, nosso amigo Moacir da Silveira, agricultor e morador de Carlinda, não resistiu a batalha contra a COVID e foi plantar agrofloresta junto a tantas outras pessoas que, neste momento tão triste que vivemos, estão nos deixando.
Para quem não conheceu, Moacir foi um dos pioneiros no plantio de sistemas agroflorestais em nossa região. Iniciou o processo de reflorestamento de sua chácara em Carlinda ainda em 2010 e, com o suor de seu corpo, foi pouco a pouco transformando aquela terra em um cantinho do paraíso. Sua vontade era mostrar a todos os visitantes cada pedacinho daquela transformação. Sabia o nome de cada uma das mais de 100 espécies diferentes que cultivava com maestria e perseverança. Vibrava com conquistas como uma safra de abacaxis, de mandioca, de pequi. Se orgulhava dos animais que voltavam a aparecer ao redor da sua casa. Pacas, antas, macacos que encontravam refúgio e acolhida naquela ilha de diversidade em meio ao deserto de pastos degradados.

Para nós da UNEMAT Moacir representou o exemplo de professor e pesquisador. Acolhia cada grupo de alunos e professores com a mesma simplicidade que recebia um parente distante. Dava verdadeiras aulas sobre agroecologia e desenvolvimento. Mas o que marcava não era isso. Era a alegria de viver em um local que foi transformado pelo seu esforço. Foi um dos primeiros agricultores ainda a receber estudantes para fazer estágio de vivência em seu sítio, compartilhando não só seus conhecimentos, mas sua casa e sua família com estes estudantes.

Dr. Alexandre de Azevedo Olival, coordenador do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Agroecologia e Agricultura Familiar pontua que para o grupo NAFA o momento é de muita tristeza, mas também de muita, muita gratidão. O professor diz que tem muita gratidão pela oportunidade que a vida trouxe de cruzarmos os caminhos com o do Sr. Moacir. Reiteramos aqui nossos sentimentos a família e saiba que sua jornada aqui se encerra e que agora cabe a nós tocar seus ideais e suas lições. Desta forma honraremos seu legado.

Segue tua jornada amigo da UNEMAT.